pt Portuguese

Blog Solution

Cibersegurança: Que ações devo adotar para minha empresa?

- 3 min leitura

Todo cuidado é pouco quando falamos sobre internet, não é? A internet teve um nível de crescimento muito rápido. Às vezes é complexo entender como ela funciona, quais são os seus perigos e como se proteger de maneira eficiente.

É por isso que no texto de hoje nós vamos abordar o que é a cibersegurança, quais ações a sua empresa pode adotar e qual é o futuro da cibersegurança. Confira o conteúdo que preparamos!


O que é cibersegurança

O termo já é conhecido e falado por muitos há bastante tempo, mas você sabe o que significa exatamente? Cibersegurança, também chamada de segurança da tecnologia da informação ou segurança de informações eletrônicas, é uma tecnologia voltada à segurança de computadores, servidores, dispositivos móveis, sistemas eletrônicos, redes e dados. 

Mas, você sabe quais são as ameaças combatidas pela cibersegurança? É claro que existem diversos ataques espalhados pela internet, as possibilidades são inúmeras, no entanto, podemos destacar três principais:

– Crime virtual: inclui indivíduos ou grupos que visam sistemas para obter ganhos financeiros ou causar interrupções;

– Ataque cibernético: muitas vezes envolve a coleta de informações com motivação política;

– Terrorismo cibernético: tem como objetivo minar sistemas eletrônicos para causar pânico ou medo.

Que ações devo adotar para minha empresa?

Depois de entender para que serve a cibersegurança, chegou o momento de descobrir quais são as ações que você, gestor, pode implementar em sua empresa! Destacamos 6 dicas para você manter sua empresa mais protegida. Vamos a elas: 


1. Tenha um sistema antivírus

Quem se preocupa com cibersegurança precisa ter em mente que um software antivírus é essencial. Essa medida oferece uma segurança maior em relação a proteção de dados, garantia de privacidade e prevenção contra perda de informações, através do backup automático. 


2. Tenha uma política de cibersegurança interna

É preciso estabelecer medidas legais para a proteção de dados internos. Apesar de parecer simples, a dica pode garantir o sigilo de contratos, documentos e outros acessos da empresa e dos colaboradores, como e-mail e meios de armazenamento pessoal.


3. Tenha controle dos acessos 

Aqui é válido incluir todos os processos que permitam a identificação antes de fornecer o acesso. Os sistemas de identificação digitais, por exemplo, restringem o acesso de colaboradores apenas às áreas de seu setor.  

Outra dica importante é que, se o controle é feito por meio de senhas, é interessante trocá-las com certa periodicidade, para ter certeza que a senha correta permanece apenas com as pessoas que podem ter o acesso. 


4. Tenha uma conexão de internet exclusiva 

Essa solução funciona como uma ligação entre o ambiente da empresa e a internet convencional. Tendo uma conexão isolada, os dispositivos não ficarão conectados à internet externa. A medida evita que dados da organização fiquem expostos a qualquer pessoa. 


5. Treine os colaboradores a monitorar sistemas e redes

Da mesma forma que a senha de acesso deve ser trocada periodicamente, outras medidas precisam ser reforçadas com o tempo. É imprescindível que todos estejam atentos, afinal, não é porque a sua empresa nunca sofreu um ataque que ela está totalmente livre no futuro. 

Realizar treinamentos é uma forma de alinhar todos os pontos da empresa, principalmente se você tem o auxílio de software para manter o controle sobre antivírus e outras questões. 


6. Tenha programas e máquinas atualizados

A última dica que podemos te dar sobre cibersegurança é que você mantenha todos os programas e máquinas da empresa atualizados. Isso é importante porque versões desatualizadas destes sistemas podem abrir brechas para invasores. 


É importante ressaltar que essas dicas foram uma seleção nossa, mas que outras medidas também podem ser adotadas. Para a escolha de cada uma delas é preciso analisar qual é o setor e a área de atuação da sua empresa.


Qual é o futuro da cibersegurança?

O relatório elaborado pelo laboratório de inteligência de ameaças da Fortinet, empresa global de soluções para segurança cibernética, revelou que no Brasil foram registradas mais de 8,4 bilhões de tentativas de ataques cibernéticos em 2020. O total de tentativas em toda a América Latina e Caribe foi de 41 bilhões no ano mesmo ano. 

Os dados não deixam negar a importância de existir a cibersegurança. Com o aumento dos crimes cibernéticos, a demanda de segurança cibernética também está aumentando. No futuro, será uma das tecnologias mais populares e exigentes em tecnologia de TI. 

Essa mesma pesquisa diz que até o momento em que tivermos hackers neste mundo, teremos segurança cibernética. Como os hackers estão sempre lá e tentando executar novas atividades maliciosas, a demanda do profissional de segurança cibernética continua aumentando.


E na sua organização, como está se protegendo dos riscos que a internet oferece? Você já aplica em sua empresa algumas dessas dicas que citamos acima? Conte com a Solution para te ajudar nesse processo! Aqui em nosso blog você encontra outros conteúdos sobre Inteligência Artificial, vendas na transformação digital, Data Literacy e muito mais!

Deixe um comentario