pt Portuguese
Como podemos ajudar?
< Todos Tópicos

Emissão MDF-e (1695)

Versão

A geração do MDF-e é realizada através da rotina 1695, localizada em:

Módulo Fiscal> MDF-e> Geração MDF-e.

Na tela inicial da rotina serão listadas as notas a serem selecionadas  para a geração do MDF-e, além de diversos filtros para pesquisa (notas de saída e entrada, emitida ou lançada, cliente ou fornecedor, etc.). Caso a nota não esteja vinculada a nenhum MDF-e ou a um cancelado a nota será exibida normalmente (de acordo com os filtros da tela).

Importante! O MDF-e pode ser emitido somente com notas de entrada ou somente com de saída, não podendo conter os dois tipos no mesmo MDF-e.

A rotina possui a flag “Mostrar MDF-e encerrados”, que ao ser marcada, irá mostrar também as notas que estão vinculadas a MDF-e’s encerrados. 

Para realizar a emissão, deve-se selecionar a(s) nota(s) que irá(ão) compor o MDF-e e na parte inferior da rotina selecionar o código do veículo que irá realizar o transporte e o reboque (caso possuir).

Ao clicar no botão “Gerar” será aberta nova tela para preenchimento das demais informações.

Na aba “Dados gerais” devem ser preenchidas as informações do peso bruto da carga, UF de origem e destino, dados do condutor, data/hora de início da viagem, entre outros.

A aba “Veículo” contempla as informações referente ao veículo que irá realizar o transporte da mercadoria, como a tara, capacidade, UF de licenciamento, tipo de carroceria e dados do proprietário. 

Importante! Deve-se atentar aos dados do proprietário do veículo, sendo que quando o veículo for próprio, estas informações não devem constar no MDF-e.

A aba “Reboque” é semelhante a aba “Veículo”, porém para as informações referentes ao reboque, caso seja utilizado um no transporte.

A aba “Retorno” exibe os dados de autorização do MDF-e, como número do protocolo, recibo, etc. 

Já a aba “Cancelamento/Encerramento” apresenta as informações referente ao evento de cancelamento ou encerramento aplicado ao MDF-e.

Na aba “Informações” é possível incluir uma informação adicional ou complementar ao MDF-e.

Na aba “Percurso” devem ser adicionadas as UF’s pelas quais a mercadoria irá passar.

Importante! Trata-se do percurso de passagem, ou seja, se o transporte não passar por nenhuma UF além da origem e destino (por exemplo, RS → RS ou RS → SC), não deve ser informada nenhuma UF de percurso. Caso passe por outros estados, como por exemplo em um deslocamento RS → SP, deverão ser informados obrigatoriamente no percurso as UF’s de SC e PR.

Na aba “Municípios” são apresentados os municípios de carregamento e descarregamento. Por padrão estas informações vem com os seguintes dados:

MDF-e de notas de saída:

  • Município de Carregamento: A cidade da filial.
  • Município de Descarregamento: As cidades das notas fiscais.

MDF-e de notas de entrada:

  • Município de Carregamento: A cidade das notas fiscais.
  • Município de Descarregamento: A cidade da filial.

Estas informações raramente precisam ser alteradas, geralmente é preciso mudar quando é MDF-e de notas de entrada com coleta em mais de uma UF. Nestes casos será possível alterar quando o MDF-e não tiver sido enviado ou caso tenha sido e não estiver em processamento.

Situações comum de emissão

As situações mais comuns de emissão de MDF-e são:

  • Notas de saída com entrega em apenas uma UF: Deve ser emitido um único MDF-e com todas as notas, informando o município de encerramento da última entrega;
  • Notas de saída com entrega em UF’s diferentes: Deve ser emitido um MDF-e para cada UF de destino  com as notas correspondentes, sendo encerrado quando fizer a última entrega daquele estado;
  • Notas de entrada com coleta em apenas uma UF: Deve ser emitido um único MDF-e com todas as notas;
  • Notas de entrada com coleta em mais de uma UF: Quando ocorre a coleta em mais de um estado, por exemplo, um MDF-e destinado ao RS com coletas em PR e SC, deve ser emitido um MDF-e referente à coleta de cada UF, porém não podem ser emitidos simultaneamente. 

Neste caso deve ser emitido um MDF-e com origem PR e destino SC, com as notas referentes às coletas feitas em PR. Ao chegar em SC deve ser encerrado este MDF-e e emitido um novo, com origem SC e destino RS com as notas coletas nos estados de PR e SC. Neste caso, devem ser alterados os municípios de carregamento das notas, para ficar todas de SC.

Tags:
Sumário