Sobre a Aliare

Aplique Privacy-Enhancing Computation para não quebrar a confiança do cliente

Tempo de leitura: 3 minutos

Que a Solution está sempre por dentro das novidades do mercado, sobre tecnologia, gestão empresarial, governança e muito mais, você já sabe, não é?

E pensando em tecnologia, sempre associamos – indiretamente – a boas inovações, mas também a uma falta de controle e de segurança. 

É algo intrínseco, porque, apesar de tecnologia, internet etc já serem assuntos antigos, estão sendo colocados em prática com muito mais ênfase agora, no momento digital que estamos vivendo. 

A insegurança com relação a esses assuntos tornou- se tão evidente que hoje temos a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, uma forma de garantir os direitos que cada um têm sobre os seus próprios dados. 

Segurança é, de maneira geral, o nosso grande objetivo em todas as áreas. Por isso, o PEC é o assunto desse post! 

Se você ainda não está familiarizado com essa sigla, fique tranquilo, você veio parar no post certo! 

Neste post blog nós vamos explicar sobre o que PEC se trata e porque você precisa estar atento a esse aspecto para manter a confiança que o seu cliente tem na empresa. 


O que é Privacy-Enhancing Computation

Dados não são úteis se não forem transformados em informação. 

No entanto, com o surgimento da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, a LGPD, os clientes passaram a se preocupar com os seus dados e as empresas precisaram se adaptar às normas. 

A partir deste marco, os gestores identificaram a importância de aprimorar os requisitos de segurança no momento de armazenagem e usabilidade de informações de seus clientes e usuários. 

Assim, o Privacy-Enhancing Computation surge como uma estratégia para se posicionar alinhado às normas e aos interesses dos clientes, estabelecendo uma relação de confiança entre ambas as partes. 

Do inglês, o seu significado pode ser entendido como uma computação para melhorar a privacidade. 

Trata-se de um conjunto de técnicas de proteção que ajudam a empresa a extrair somente os dados que forem realmente necessários. 

O Privacy-Enhancing Computation (PEC) foi uma das principais tendências da tecnologia previstas para o ano de 2021, mas podemos dizer que começou a ser implementada, efetivamente, em 2022. 

Apesar de ainda ser algo complexo de se entender, essa estratégia tem o objetivo de alavancar um grupo de várias tecnologias que, em diferentes níveis, vão proporcionar proteção e segurança para os dados privados.

Como consequência, a estratégia estabelece uma rede de proteção contra violações e ataques de hackers

É importante lembrar que as tecnologias estão sendo aprimoradas para benefício de empresas e pessoas, tanto para o lado positivo, quanto para o lado negativo. 

Então é essencial que a empresa se atualize a fim de garantir mais segurança para os seus clientes!


Entenda, na prática, como funciona a estratégia de Privacy-Enhancing Computation 

Os dados, como já comentamos, são o principal ativo nos dias de hoje, considerando o ambiente em que estamos vivendo. 

Se eles são importantes, é lógico que precisaremos de técnicas de segurança avançada para conseguirmos, como empresas, captar, armazenar e utilizar dados com controle e fazendo jus à confiança de nossos clientes!

Portanto, explicando como a estratégia de Privacy-Enhancing Computation funciona, partimos de abordagens de criptografia e pré-processamento de dados. 

Para relembrar o conceito, a criptografia trata-se da conversão de texto legível por nós, humanos, em texto incompreensível para nós, mas entendido como um texto cifrado.

Ou seja, essas informações são transformadas no que podemos chamar de códigos não reconhecidos por humanos. 

Um exemplo real de tecnologia que utiliza a criptografia é o WhatsApp. O aplicativo de troca de mensagens traz esse elemento para deixar os usuários mais seguros! 

E esse é apenas um caso de aplicação da criptografia, afinal, existem inúmeros outros, assim como a estratégia Privacy-Enhancing Computation, que deixam tudo ainda mais seguro. 

Voltando à PEC, assunto deste blog post, a criptografia é apenas um aspecto de segurança aplicado na estratégia. 

A Gartner identifica três principais pontos do Privacy-Enhancing Computation:

  1. A primeira etapa fornece um local confiável para processar e analisar dados confidenciais em segurança;
  2. A segunda etapa faz o processamento e análise desses dados de forma descentralizada, ou seja, armazenando-os em vários servidores conectados entre si – o que potencializa a segurança;
  3. Já a terceira etapa é a parte de criptografia de dados e algoritmos que, como já explicamos, é uma maneira de trazer segurança para o ambiente. 

De uma maneira geral, as empresas precisam ter controle sobre as informações que absorvem, e isso inclui a forma como elas estão sendo coletadas, armazenadas e utilizadas. 

Assim, a estratégia Privacy-Enhancing Computation permite que as empresas realizem diversas atividades de compartilhamento, mas com segurança. 

Por exemplo, elas podem colaborar com pesquisas e conversar com empresas do mesmo setor, sem quebrar a confiança do cliente. 

Essa é uma forma de participar do movimento natural do mercado, compartilhando dados que podem beneficiar a comunidade ou as demais organizações, porém mantendo em sigilo todas as informações que são de uso pessoal.

Então, vale a pena analisar se a sua empresa pode aproveitar os benefícios dessa estratégia!


Gostou desse conteúdo? Confira mais em nosso blog, nesse espaço nós buscamos trazer mais informações sobre inovação, tecnologia e muito mais!

A Solution faz parte da Aliare, a mais completa companhia brasileira de software especializada em agronegócio.

Somos a maior empresa do Brasil em sistemas de gestão de empresas de maquinário agrícola.

Buscamos todos os dias soluções para facilitar a rotina de nossos clientes através da tecnologia.

Copyright © 2024. Solution: Todos os direitos reservados