Oficina agrícola: como garantir melhores resultados com a gestão

Tempo de leitura: 5 minutos
Oficina agrícola

A oficina agrícola é responsável por fazer a customização, fabricação e soldagem, a manutenção e reparação de máquinas e implementos agrícolas, além de comercializar peças de reposição. 

Seu papel é muito importante para o desempenho e o sucesso da propriedade rural, uma vez que garante que os equipamentos do produtor estejam sempre prontos e alinhados para atender às demandas do agronegócio.

Assim como qualquer outro modelo de empresa, a oficina agrícola também precisa de um bom gerenciamento. É a partir dessa prática que vai assegurar que as operações estão dentro da regularidade, que os serviços estão funcionando corretamente, que o estoque possui os componentes necessários e os prazos de entrega estão sendo cumpridos.

Antigamente a gestão de um negócio era realizada de modo manual, com a liderança usando planilhas, cadernos e listas para organizar todas as informações. Hoje, com a tecnologia, é possível digitalizar praticamente tudo, além de automatizar tarefas e processos.

Neste artigo mostramos como a tecnologia contribui para melhorar a gestão da empresa, e como um bom gerenciamento pode potencializar o desempenho e os resultados da sua oficina agrícola. Boa leitura!

Como a tecnologia contribui para a gestão

Imagine que a sua oficina agrícola possui cerca de cinquenta clientes diferentes, mais de quarenta fornecedores parceiros, um estoque com quase trezentos itens e uma movimentação significativa de compra e venda no mês.

Para conseguir gerenciar tudo que envolve a sua oficina, será preciso uma visão holística sobre cada operação de negócio. E para isso, você terá que acompanhar todas as entradas e saídas, monitorar o volume de estoque, manter um histórico de atendimento ao cliente e analisar contratos.

Não só isso, você ainda terá que fiscalizar os pedidos, avaliar a performance dos colaboradores, estruturar a agenda para cumprimento dos prazos, supervisionar os processos para garantir a qualidade, e muito mais. Considerando essas operações, fica fácil compreender que executar a gestão é uma tarefa complexa que exigirá muito do seu tempo e energia.

No entanto, “tempo” e “energia” são ativos que não podem ser desperdiçados, ainda mais agora, com o mercado tão competitivo. As empresas que querem atender a maior fatia precisam buscar formas de otimizar suas operações internas, minimizar os erros humanos e acelerar decisões. 

Operar de forma manual não é mais opção, caso você queira executar um bom gerenciamento e alcançar os objetivos acima. É necessário contar com o apoio das ferramentas certas, de preferência soluções tecnológicas.

No contexto de “gestão empresarial”, a tecnologia pode ser aplicada para aprimorar tudo que envolve a sua oficina agrícola. A partir de um ERP, por exemplo, você pode:

  • Integrar departamentos, concentrando todas as informações dos setores em um único ambiente digital;
  • Automatizar processos, emitindo notas fiscais, pedidos, e fazendo a transferência de documentos em poucos cliques;
  • Acompanhar KPIs, apontando gargalos, pontos de melhoria e níveis de performance dos colaboradores;
  • Acessar relatórios, potencializando a visão sobre o negócio e garantindo uma tomada de decisão estratégica baseada em dados;
  • Aumentar a segurança, mantendo todas as informações, documentos e operações digitalizadas, além de monitorar o acesso a esses dados;
  • Melhorar a comunicação e o trabalho em equipe, eliminando a troca de informações inconsistentes ou que são transmitidas com atraso;
  • Aprimorar a experiência do cliente, garantindo processos mais rápidos, o cumprimento das demandas e a maior qualidade nos produtos e serviços.  

Por que um gerenciamento eficaz potencializa os resultados da oficina agrícola

A gestão é uma prática que ajuda a conduzir e coordenar os recursos e esforços da empresa para que a mesma atinja seus objetivos. Quanto mais abrangente for a visão da liderança sobre seus processos internos, mais fácil será fazer esse direcionamento. Para simplificar a explicação do porque a gestão potencializa os resultados da oficina agrícola, vamos a três exemplos práticos:

Exemplo 1

O cliente rural pede que em um de seus equipamentos seja realizada a troca de peças e óleo. Assim que recebe a solicitação, a liderança avalia se a oficina possui todos os componentes necessários em estoque para realizar o serviço, e depois que é feita a confirmação, ela define um prazo de entrega do equipamento.

O produtor então aguarda esse prazo, enquanto que o time responsável pela manutenção executa a troca de peças e óleo. Como a oficina agrícola manteve um bom controle sobre o seu estoque, ela não correu o risco de perder o serviço e deixar o cliente rural na mão.

E assim, realizando um bom trabalho e entregando o equipamento no prazo, a empresa consegue assegurar a satisfação do cliente e aumentar as chances da sua oficina ser indicada a outros produtores.

Exemplo 2

Ao comparar o preço com o concorrente, a oficina agrícola constatou que o valor cobrado pelo serviço está muito mais alto, e que devido a isso, existe o risco dos clientes optarem pelo preço mais baixo da concorrência.

Para impedir que esse cenário se concretize, o gestor faz um levantamento de todos os custos de operação para avaliar onde é possível reduzir os gastos e baratear o preço final do serviço. 

Avaliando o valor de compra dos materiais, a liderança decide entrar então em contato com os fornecedores em carteira para discutir novos preços e condições de pagamento. Assim que finaliza a conversa, consegue reduzir o preço acordado em 20%, valor que influenciará positivamente na precificação do serviço.     

Exemplo 3

Consideremos que a oficina agrícola está passando por um período difícil, onde há pouca solicitação de serviços. Para minimizar os custos e aumentar a sua margem de retorno, a liderança faz um levantamento de todas as operações da empresa a fim de identificar gargalos.

Depois de fazer essa análise, o gestor descobre que a oficina está arcando com altos custos de armazenamento. Muitos dos produtos estocados estão obsoletos, ocupando um espaço que poderia ser usado por itens de maior giro. 

Para resolver esse problema, a liderança então faz um levantamento de todos esses produtos e elabora uma estratégia para movimentar esses materiais, seja lançando promoções ou incluindo-os na prestação de serviços. 

Ao atuar dessa forma, a oficina agrícola consegue melhorar o giro dos seus produtos, eliminando o estoque parado (que requer investimento em um espaço físico).

5 dicas para fazer uma boa gestão

Agora que já vimos como a tecnologia contribui para a gestão empresarial, e porque um bom gerenciamento ajuda a melhorar os resultados da oficina agrícola, vamos à prática.

Abaixo listamos 5 dicas que, se aplicadas corretamente, podem potencializar a gestão da sua empresa:

  1. Defina objetivos e construa um plano de ação: saiba o que deseja alcançar, o que precisa ser feito para atingir as metas e em quanto tempo;
  2. Gerencie o estoque: mantenha um controle rigoroso de seus produtos e peças para evitar desperdícios e garantir que a oficina tenha o que precisa quando necessário;
  3. Capacite a equipe: invista em treinamento e qualificação para que os colaboradores produzam mais e os mesmos sejam capazes de lidar com problemas e novas tecnologias;
  4. Faça a precificação correta dos serviços: a partir do cálculo você vai assegurar um preço justo ao cliente, além de garantir que a oficina agrícola tenha dinheiro para cobrir todos os custos e obter lucratividade; 
  5. Utilize um ERP: a partir de um software de gestão integrado você pode simplificar o acompanhamento de tarefas, acompanhar relatórios e indicadores, e tomar decisões baseadas em dados.

Gostou do conteúdo? Então continue lendo o nosso blog para se manter atualizado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *